Como perder de 5 a 7kgs em 15 dias com dieta low carb

Author: | Posted in Dieta Low carb 6 Comments

Parece puro modismo do novo milênio, mas as dietas low carb não vêm ganhando muitos adeptos à toa. Tanto que vários nutricionistas já estudam especificamente esse tema nas universidades e demais centros de produção científica, visando compreender melhor esse fenômeno, como de fato elas atuam no organismo e como potencializar seus resultados de maneira saudável e agradável.

E você, já teve o desejo de fazer essa dieta? Já ouviu falar dela numa roda de amigas ou mesmo no âmbito familiar?

Muitos observam de longe os resultados positivos num vizinho ou conhecido distante, mas ficam com vergonha de perguntar e conhecer um pouco mais sobre o assunto.

Portanto, não fique ai parada, leia essa apresentação e compreenda:

  • O que é de fato a dieta low-carb?
  • O que os nutricionistas falam a respeito dessa dieta?
  • Low-carb: uma dieta com poucas restrições!
  • Algumas das histórias de sucesso com a dieta-low carb.
  • Como começar a dieta?
  • Sugestão de cardápios.

O que é de fato a dieta low-carb? 

como emagrecer com dieta low carb

Fazendo um tradução literal do inglês o nome seria baixa caloria, ou seja, portanto se trata de uma dieta que tem como princípio fundamental a diminuição drástica da quantidade de carboidratos ingeridos por uma pessoa ao longo de um dia.

Isso incluiria evitar: Arroz (principalmente aquele do tipo branco), todos os tipos de massas, pães, biscoitos, etc.

E privilegiando os alimentos com bom teor de proteínas, dentre os quais podemos citar: ovos, carnes (vermelha ou branca), abacates, peixes, salmão, etc.

O dr. Robert Atkins foi o médico americano criador desse método, mas isso não é nenhuma novidade já que o mesmo possui décadas de idade, contudo ganhou enorme popularização mundial há pouco tempo.

Segundo Atkins, o consumo de carboidratos deveria se limitar a apenas 100 gramas ao longo de todo o dia, nada a mais!

Os praticantes dessa dieta, que se pararmos para pensar não é nada restritiva, pois afinal o churrasco de final de semana estaria liberado, dizem que ocorre um rápido emagrecimento porque os carboidratos – alimentos a serem evitados – promovem pequenas inflamações no corpo (inchando-nos), ajudam na retenção de líquidos e ajuda no melhor funcionamento do metabolismo corporal, o que faz com que todas as demais partes do organismo sejam beneficiadas.

Em resumo, a praticante da dieta low-carb se alimenta apenas de proteínas, frutas, legumes e verduras, deixando apenas de lado aqueles alimentos que notoriamente possuem muitos carboidratos, tais como todos que levam em sua preparação a farinha de trigo.

Mas se os praticantes dizem isso, como será que pensam os nutricionistas?

Àqueles que realmente podem dar uma palavra científica a respeito desse tema?

O que os nutricionistas falam a respeito dessa dieta?

perder peso com dieta low carb

Sempre que possível, aconselhamos todos os leitores a buscarem uma palavra médica antes do início de qualquer dieta, afinal ele poderá observar as particularidades do seu organismo e calibrar melhor o tratamento caso a caso.

Contudo, no geral os nutricionistas aplaudem essa dieta, apenas orientam que o carboidrato também é importante para o organismo, especialmente caso faça algum tipo de atividade física, e que seu consumo precisa ser devidamente regulado. Afinal, como já sabemos, a diferença entre o remédio e o veneno muitas vezes se dá apenas na dose a ser tomada.

Leia também: Desafio dos 15 dias (Emagrecer de 5 a 7kgs em 15 dias)

Entretanto, alguns nutricionistas ainda são reticentes com relação a esse método, pois entendem que no início a pessoa perderia muito peso, mas que com o passar do tempo isso poderia ser prejudicial por conta de dois aspectos: como a proteína mata a fome, uma pessoa poderia ficar longos períodos sem se alimentar, o que não é bom, e também porque poderia estimular o chamado efeito sanfona.

O bom senso diz que essa dieta é incrivelmente poderosa se feita com responsabilidade e com acompanhamento médico, não eliminando de vez os carboidratos da dieta (como alguns praticantes mais radicais têm feito) e seguindo à risca todas as orientações.

Caso realmente tenha interesse em prosseguir com essa dieta, temos um material completo sobre a dieta low carb (clique aqui para ver) e também recomendamos que você procure por um médico nutricionista que tenha uma abordagem low-carb!

Entre em contato e pergunte isso diretamente a quem estiver lhe atendendo para a marcação de consulta.

Low-carb: uma dieta com poucas restrições!

A grande curtição dessa dieta é que ela se torna agradável em ser feita, já que as restrições são bem recompensadas pela liberação da proteína.

Ou seja, se por um lado a pessoa abre mão de uma macarronada, de outro está apto para comer um churrasco sem restrições! É claro que sem os acompanhamentos tradicionais como: farofa, maionese e arroz branco.

Dessa forma, o praticante deverá ter em mente os três princípios básicos:

  1. Compreender que o carboidrato é o grande vilão para o ganho de peso, pois além de aumentar a gordura corporal (em especial a abdominal), ele também provoca processos inflamatórios e inchaços. Por isso seu consumo deve ser reduzido e não retirado de vez do seu cardápio diário.
  2. Estar familiarizado com o próprio corpo e entender os seus sinais, ou seja, sentir se está ficando sonolento, fraco, cansado à toa, etc. Pois tais sintomas podem determinar que algo não está dando muito certo na dieta, por isso a importância de ter um médico nutricionista acompanhando todo o processo.
  3. Saber que para essa dieta a carne é uma poderosa aliada, contudo ainda assim não deve ser consumida com pedaços de gordura e carregada no sal. Pois a primeira elevará o seu índice de colesterol para níveis perigosos e o excesso de sal poderá provocar aumento da pressão arterial, ainda mais em pessoas com predisposição.

Esse também é um dos motivos indicados por aqueles que frequentam academias a realizarem essa dieta, pois de acordo com esses os resultados do emagrecimento e do sumiço da gordura localizada aparecem mais rapidamente e porque também dá muita disposição para a prática dos exercícios físicos diários.

Como começar a dieta? 

Em primeiro lugar a primeira coisa que recomendamos é conhecer bem a dieta, ou seja, se informando, lendo artigos em sites, revistas e até mesmo vendo vídeos no youtube.

Assim, além de você conhecer melhor aquilo que enfrentará, também terá bons elementos a respeito de boatos e verdades.

Em seguida aconselhamos procurar um médico nutricionista, pois como já dissemos, ele é o profissional adequado para ajustar as proporções daquilo que você precisa com o seu próprio biotipo.

Afinal, como sabemos, cada organismo é um universo próprio. Normalmente, esses profissionais além de passarem muitas informações úteis, nos mostram o conceito da coisa e como ela funciona, contudo não se aprofundam nas receitas, cabendo a você pesquisar para ter um cardápio diário mais variado.

Outra coisa importante é tentar convencer os demais membros da família a entrarem na dieta também (especialmente aqueles que precisarem), pois muitas vezes é difícil manter e fazer um tipo de comida para a família e outro completamente diferente para você. Perde-se mais tempo, sai mais caro e dá muito mais trabalho! Pense nisso antes de iniciar o tratamento.

Por fim, não custa lembrar que o sucesso da dieta também está na manutenção de hábitos diários saudáveis, tais como atividades físicas regulares, consumo correto de água (visando boa hidratação), exercícios que envolvam o relaxamento mental, etc.

Lembre-se:

  • Não retire os carboidratos de uma vez de sua vida! Faça isso aos poucos para que o organismo possa se adequar a nova realidade funcional. Do contrário, em função de uma espécie de abstinência, você poderá ter dores de cabeça e até mesmo alterações sérias no humor
  • É importante que você coma regularmente e em poucas quantidades, mas sempre incluindo nessas refeições bastante proteínas, tais como: queijos, ovos, presunto sem capa, castanhas, etc.
  • Café e chás, desde que não contenham açúcar estão liberados!
  • Evite: açúcar, cereais, gorduras trans e todo o tipo de massa!

Benefícios da dieta low carb:

A dieta low carb tem vários benefícios, citamos alguns abaixo:

  • Maior Saciedade;
  • A dieta que mais emagrece;
  • Baixa o nível de triglicerídeo no sangue;
  • Melhora os níveis de HDL (colesterol bom);
  • Reduz os níveis de glicose e insulina no sangue;

Além de todos esses benefícios acima, as dietas low carb são ótimas para reduzir a pressão alta.

Também são excepcionais para combater a síndrome metabólica, uma condição que está ligada ao risco de diabetes e doenças cardíacas. Você gostaria de conhecer o MELHOR método de emagrecimento Low-Carb do mercado atual?

Sugestão de cardápios

Para que você possa ter uma ideia de como será sua alimentação ao longo dessa dieta, preparamos um cardápio com sete dias, incluindo as principais refeições. Assim você terá em mãos uma base bem segura de como se alimentar sem cometer os erros mais comuns.

Café da manhã:

  • Segunda: Dois ovos cozidos ou fritos (melhor quando feitos no óleo de coco) + uma xícara de café sem açúcar.
  • Terça: Dois ovos do tipo estrelados com tomate picadinho e orégano + xícara de café sem açúcar.
  • Quarta: Uma xícara de chá de sua preferência + uma fatia de pão integral com queijo branco e um pouco de azeite extravirgem.
  • Quinta: Uma xícara de chá de sua preferência + enroladinhos de queijo minas e presunto.
  • Sexta: uma xícara de café sem açúcar + pão integral e pasta de amendoim
  • Sábado: uma xícara de café sem açúcar +  enroladinhos de queijo minas e presunto.
  • Domingo: uma xícara de café sem açúcar + pão integral com ovo frito no óleo de coco.

Lanche da manhã:

  • Segunda: uma fruta (de preferência pera ou maçã) + um punhado de castanha de caju.
  • Terça: um suco detox de abacaxi com limão.
  • Quarta: uma banana amassada com uma colher de chá rasa de mel.
  • Quinta:  um suco detox de couve.
  • Sexta: uma fruta (de preferência pera ou maçã) + um punhado de amendoim tipo japonês.
  • Sábado: um suco detox de laranja.
  • Domingo: um suco detox de abacaxi com limão.

Almoço:

  • Segunda: Abobrinhas fatiadas + 150 gramas de carne de frango ou bovina + salada a vontade temperada com um pouco de azeite extra virgem.
  • Terça: Uma posta de Salmão grelhado (evite comer a capa de gordura) + legumes no vapor temperadas no azeite extra virgem.
  • Quarta: Purê cremoso de abóbora + 150 gramas de carré (bistecas de carne de porco) + legumes grelhados.
  • Quinta: Uma posta de Salmão grelhado (evite comer a capa de gordura) + purê de banana da terra.
  • Sexta: 150 gramas de carne de frango ou bovina + creme de espinafre.
  • Sábado: 150 gramas de carne de frango ou bovina + purê de inhame.
  • Domingo: Mini churrasco com molho à campanha (sem arroz, maionese ou farofa = sem carboidratos)

Lanche da tarde:

  • Segunda: Uma xícara de café sem açúcar + enroladinhos de queijo minas e presunto.
  • Terça: Uma xícara de café sem açúcar + pão integral recheado com pasta de amendoim.
  • Quarta: Uma vitamina de banana.
  • Quinta: Uma xícara de chá de sua preferência + enroladinhos de queijo e presunto.
  • Sexta: Uma vitamina de morango
  • Sábado: Uma xícara de café sem açúcar + pão integral com pasta de amendoim.
  • Domingo: Um suco detox verde.

Jantar:

  • Segunda: Uma posta de Salmão grelhado (evite comer a capa de gordura) + legumes no vapor temperadas no azeite extra virgem.
  • Terça: 150 gramas de frango grelhado + creme de cenoura
  • Quarta: Uma posta de Salmão grelhado (evite comer a capa de gordura) + legumes no vapor temperadas no azeite extra virgem.
  • Quinta: Abobrinhas fatiadas + 150 gramas de carne de frango ou bovina + salada a vontade temperada com um pouco de azeite extra virgem.
  • Sexta: Mix de folhas (alface agrião, chicória, etc) + uma lata de atum ralado e azeite extra virgem.
  • Sábado: Abobrinhas fatiadas + 150 gramas de carne de frango ou bovina + salada a vontade temperada com um pouco de azeite extra virgem.
  • Domingo: Legumes no vapor + um bife de picanha.

Vidas transformadas com essa metodologia:

O mais importante desse estilo de vida, são as pessoas que conseguiram transformar as suas vidas.

Frequentemente recebemos e-mails e mensagens de pessoas com sérios problemas com obesidade, que futuramente pode trazer danos à saúde de uma maneira geral.

Os problemas mais comuns que vemos são:

  • Ansiedade;
  • Falta de ânimo;
  • Não consegue seguir nenhuma dieta;
  • Não consegue focar;
  • Desconta tudo na comida;
  • Falta de tempo;
  • Depressão;

E muitos outros.

Mas, não estamos aqui pra ressaltar os problemas, queremos apresentar a você uma solução para sua vida, uma transformação!

O estilo de vida low carb tem mostrado muito eficiente para perda de peso. Além disso, não é nada complicado você seguir essa forma de viver.

A seguir, vamos apresentar a você, algumas das milhares de pessoas que estão tendo sua vida transformadas com as nossas dicas sobre low carb:

Legal né?

Como essas pessoas estão transformando suas vidas e tendo mais saúde?

É bem simples e já iremos te dizer!

Antes de mais nada, queremos que você saiba que Low Carb não é uma simples dieta, é um estilo de viver, um estilo de viver melhor, sem sofrer, sem frescuras e que FUNCIONA!

Quer saber como essas pessoas estão emagrecendo de verdade?

Anota aí os passos pra você também começar a mudar sua vida:

Primeiro Passo: elas compraram o nosso material com 200 Receitas Low Carb + 4 Bônus!

Segundo Passo: elas começar a seguir o conteúdo e aplicar no dia a dia;

Terceiro Passo: os resultados já começam aparecer logo nas primeiras semanas;

Tá esperando o que para transformar sua vida com o estilo de vida low carb?

Não importa se você quer perder 3, 5, 9 ou mais de 10kg, siga nosso método e você verá os resultados!

Clique aqui para participar do programa low carb, ou no botão logo abaixo:

 

Considerações finais:

Como tivemos a oportunidade de ler nessa apresentação, falamos sobre como perder peso com dieta low-carb e vimos que isso não é muito complicada de ser feita, basta que aos poucos façamos uma diminuição dos carboidratos no nosso dia a dia, privilegiando as proteínas.

É importante, como também já abordamos, a manutenção dos hábitos de vida saudáveis: exercícios físicos, higienização mental, orientação médica e força de vontade.

Se você quiser conhecer nosso programa completo sobre dieta low carb, clique aqui e aprenda como perder de 5 a 7kg em até 15 dias.

Temos certeza que os resultados aparecerão em breve!

Comments
  1. Posted by kiko
    • Posted by Cris
  2. Posted by Virgínia Sousa Menezes
  3. Posted by Fabiana Andrade Silva
    • Posted by Equipe Mais Saude
  4. Posted by Tatiana

Add Your Comment

%d blogueiros gostam disto: